Muitas vezes é possível sentir enjoo sem que surja vômito e, nesses casos, o desconforto pode ser ainda mais intenso, já que a falta do vômito não permite que surja a sensação de alívio. Assim, existem alguns medicamentos que podem ser usados tanto para evitar enjoos numa viagem, como para diminuir a sensação quando ela já está presente:

1. Remédios para evitar enjoo em viagem

Estes remédios podem ser usados antes ou durante uma viagem para evitar o surgimento de enjoo:

  • Antihistamínicos, como Cinarizina, Ciclizina ou Prometazina: são um grupo de medicamentos que bloqueiam os receptores H1 no cérebro, que são responsáveis pela resposta de náusea do organismo;
  • Hioscina: é uma substância que inibe os recetores cerebrais de acetilcolina, ajudando a prevenir e controlar os enjoos causados por movimento, como acontece numa viagem de carro.
  • Geralmente estes medicamentos precisam de receita médica e, por isso, é muito importante consultar um clínico geral antes de usar qualquer um destes remédios.

2. Remédios para aliviar o enjoo

Já alguns exemplos de remédios que podem ser usados para aliviar as náuseas quando elas já estão presentes são:

  • Metoclopramida e Domperidona: aumentam a velocidade de esvaziamento do estômago e, dessa forma, são eficazes para diminuir a sensação de enjoo;
  • Proclorperazina: é um dos medicamentos mais usados para tratar náuseas persistentes, mesmo em casos de enjoo provocado pelo tratamento com quimioterapia ou opióides;
  • Ondasetrona: é uma substância também usada para tratar casos de enjoo provocado por quimioterapia e funciona por inibir a serotonina no cérebro e intestino.

Estes remédio podem ser encontrados na forma de comprimidos, adesivos, supositórios e, até injeção, no entanto, é sempre necessário consultar um médico antes de os utilizar.

Normalmente este tipo de medicamentos não deve ser usado por mais de 1 semana, já que alguns possuem vários efeitos colaterais.

Fonte: Tua Saúde

Comentários